O setor metalmecânico é um dos mais fortes da economia capixaba. Movimenta mais de R$ 8 bilhões por ano, cerca de 20% do PIB estadual. Gera aproximadamente 30 mil empregos diretos e 120 mil indiretos nas quase 1.500 empresas de transformação de metais e de produção de bens e serviços intermediários, como fundições, forjaria, oficinas de corte, soldagem e estamparia. Também envolve a produção de bens finais, como máquinas, equipamentos, veículos e materiais de transporte.