O agronegócio absorve 33% da população economicamente ativa no Espírito Santo e é responsável por 30% do PIB Estadual, sendo a atividade econômica mais importante em 80% dos municípios capixabas. O setor engloba desde a produção agropecuária e extrativa não mineral até as atividades de transporte, comércio e serviços ligados à distribuição dos bens produzidos no campo.

Café – O Espírito Santo é o maior produtor de café conilon, participando com mais de 75% da produção brasileira dessa espécie. No geral, é o segundo maior produtor de cafés do País e também é destaque nacional e internacional na produção de cafés especiais com o tipo arábica, que é cultivado nas montanhas capixabas e valorizado nas principais torrefadoras do mundo.

Fruticultura – O Estado é o maior exportador nacional de mamão papaya. Destacam-se também as culturas do abacaxi, maracujá, coco, goiaba e morango.